Arquivos do Blog

EUA divulgam alerta para turistas americanos depois da morte de clérigo

Fonte: BBC

“O Departamento de Estado americano divulgou um alerta para todos os cidadãos dos Estados Unidos em viagem, afirmando que há um risco maior de violência no mundo todo depois da morte do clérigo islâmico radical Anwar al-Awlaki.

Awlaki era o líder da Al-Qaeda na Península Arábica e sua morte foi anunciada na sexta-feira pelo governo do Iêmen.

Segundo o Departamento de Estado, a morte do clérigo deve levar a uma retaliação contra alvos americanos.

‘A morte de Awlaki, no curto prazo, pode dar o motivo para ataques antiamericanos no mundo todo, de indivíduos ou grupos que querem retaliação contra cidadãos ou alvos americanos’, afirmou o Departamento de Estado em sua declaração de alerta.

A declaração ainda lembrou que Awlaki e outros nomes da Al-Qaeda na Península Arábica já tinham pedido a realização de ataques contra cidadãos americanos.

Um alerta de viagem semelhante ao divulgado neste sábado foi dado logo depois da morte do líder da Al-Qaeda, Osama Bin Laden, em um ataque realizado pelas Forças Especiais americanas no Paquistão, em maio.

Ordem do presidente

Awlaki nasceu em solo americano, mas tinha ascendência iemenita e vivia foragido no Iêmen desde dezembro de 2007.

O presidente dos Estados Unidos, Barack Obama, teria dado pessoalmente a ordem para matá-lo em 2010.

O presidente americano afirmou que a morte de Awlaki foi um ‘grande golpe contra um dos braços mais ativos da Al-Qaeda.

Segundo Obama, Awlaki dirigiu a tentativa frustrada de explodir um avião que seguia para Detroit no Natal de 2009 e estava envolvido em uma tentativa também frustrada de explodir aviões de carga americanos em 2010.

A notícia de sua morte foi divulgada no momento em que o EUA se preocupam com a capacidade do Iêmen de combater a Al-Qaeda por causa da crise política que o país atravessa.

O presidente Ali Abdulah Saleh, há 33 anos no poder, enfrenta uma insurreição armada de parte do Exército, além de protestos generalizados contra seu governo, como parte dos levantes batizados de ‘primavera árabe’.

O governo do Iêmen acusou os Estaos Unidos de desrespeito, pois os americanos voltaram a pedir que o presidente iemenita renuncie ao cargo.

A Casa Branca afirmou que a morte de Awlaki não muda sua opinião de que Saleh deve deixar o poder.

‘Os americanos não respeitam nem aqueles que cooperam com eles’, disse o vice-ministro da Informação iemenita, Abdu al-Janadi, à agência de notícias Reuters.”

Será que vamos ter mais um ataque de falsa bandeira? Uma coisa é certa, algo vai acontecer nos próximos dias, fiquem alertas.